Terça-feira, 16 de Maio de 2006

In-fluência

Parecia uma manhã como outra qualquer, porém o ponto de táxis – que
normalmente está próximo aos bombeiros – estava hoje algumas quadras mais
próximo de casa.
Minutos depois de entrar no táxi, pedi ao motorista que esperasse por uma
amiga ao lado da delegacia de polícia para juntas seguirmos ao trabalho. Ele
prontamente sugeriu que nos afastássemos de lá e informou que o trânsito era
caótico pois alguns ônibus haviam sido queimados durante a madrugada.
Finalmente cheguei ao trabalho, lá tínhamos um treinamento sobre o tema
INFLUÊNCIA.
Durante o almoço, constatamos que uma agencia bancária da região havia sido
atacada por tiros.
De volta ao trabalho, a atividade que praticávamos sugeria que os
participantes, em duplas, se isolassem do grupo. Sem hesitar, aquele era o
minuto aproveitado por todos para realizar algumas ligações (como bons
funcionários de uma empresa de telecom).
A cada dupla que retornava à sala e reiterava o grupo, uma nova "notícia" :

1ª dupla, ligou para casa e disse que:
"Houve um ataque no Vale do Anhangabaú"
"Os metrôs estão parados"
2ª dupla, informou que:
"Há um toque de recolher na cidade, programado para às 20h00"
"Fechou o comércio"
3ª dupla, propagou:
"Há uma bomba no aeroporto, ele foi fechado"
"Houve um ataque as universidades Mackenzie e FAAP de São Paulo"

Resultado: O TREINAMENTO FOI SUSPENSO, FOMOS TODOS PARA CASA.

O treinamento, ou parte dele, serviu para uma coisa: nos influenciarmos uns
aos outros. Durante algumas horas houve falhas no serviço de telefonia,
devido ao número de ligações - semelhante ao que acontece no dia de Ano
Novo.
Por influência, todos praticavam uma chuva de boatos em cadeia.  Todos os
fatos mencionados pelas duplas acima, com exceção do fechamento do comércio,
ERAM BOATOS FALSOS influenciados pelo pânico generalizado na cidade.
Ao final do dia os noticiários publicavam o caos da cidade – dentre as
notícias, o governo federal e as operadoras de telefonia móvel estudavam uma
proposta de se interromper o sinal dos celulares dentro dos presídios – e
como não poderia deixar de ser... em meio ao caos, foi anunciada a escalação
da seleção brasileira. Êta Brasil!

 
Camila Crispiniano

publicado por luso-paulista às 02:39
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Caixeiro Viajante a 16 de Maio de 2006 às 09:36
Pois é, minha amiga, o pior são mesmo os boatos, que só servem para amplificar as más notícias, ainda que estas sejam falsas. Poprque será que os boatos não amplificam as boas notícias, as que poderiam servir para melhorar o ânimo das pessoas e fazer aparecer um sorriso nos lábios?
De rgomes a 16 de Maio de 2006 às 19:35
O pior já passou mas é preciso tirar ilações

Comentar post

Que fazer para evitar ou combater a violência? Envie para aqui a sua opinião
  • últimas notícias
  • .posts recentes

    . Violência em São Paulo

    . São Paulo

    . Muita força para todos

    . comentário à crise sao pa...

    . Brasil

    . São Paulo

    . "Recolher obrigatório"

    . Governo fora da lei

    . Adoro o Brasil

    . Não há portugueses envolv...

    .arquivos

    . Maio 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds